Não retire do altar o que você já consagrou

Nós falamos muita coisa para Deus de boca para fora. Muita. Nós levantamos as nossas mãos na igreja e cantamos que somos consagrados totalmente a Ele, que não há nada mais importante do que Ele. Nós batemos no peito e gritamos vem e toma o teu lugar, Senhor. Depois que o momento passa, a gente se esquece, mas isso não é o que acontece nos céus.

No último mês – e ainda por agora – ando em um processo de cirurgias. Sem nenhuma piada besta com o poema da pedra famosa de Drummond, eu descobri que estava com nove cálculos renais grandinhos e, digamos, não tem sido um tempo agradável. Junto com isso, eu comecei a perguntar o porquê de muita coisa para Deus  – sabe aqueles meses combo-da-desgraça? – e a resposta Dele veio como uma tabuada na minha cabeça: as minhas frustrações mostram que eu não tenho cantado e declarado a verdade nas minhas orações. O Evangelho não se resume ao que você sente, mas ao que você já consagrou.

O Eterno é amor, mas ele nunca é coitadismo.

– Ok, Deus, por onde a gente começa?

– Você começa não retirando do altar o que já consagrou.

E isso a gente aprende com a mulher de Mateus 26 (leia o texto se você não conhece), aquela que ofereceu um perfume caríssimo à Jesus. Esse versículo sempre me atraiu muito pelo papel da mulher demonstrado ali. Papel de profeta, de alguém que já havia entendido o novo tempo de Jesus – a preparação do seu corpo para a morte -, papel de mulher intrépida, que não se censura diante das convenções sociais, entrando em um jantar em uma época em que não era bem vinda, papel de quem não coloca o dinheiro acima da adoração, aquele perfume custava um ano todinho de salário, mas o dinheiro estava subjugado ao que era importante na vida dela.

Porém, o que Deus me ensinou nestes últimos dias é que aquela mulher é um símbolo de alguém que não voltou atrás espiritualmente, sua consagração é conhecida ainda nos dias de hoje.

Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa.

Mateus 26:7

Assim que ela ofereceu o perfume à Jesus, ela não tentou tomá-lo de volta.

Quantas vezes nós tomamos de volta palavras e promessas que oferecemos no altar… Dizer que o Senhor é a coisa mais importante das nossas vidas é depositar um unguento na presença de Deus, e porque nós nos sentimos no direito de reavê-lo com nossas atitudes e reclamações?

– Eu não quero mais retirar do altar o que já consagrei, Jesus. – Orei. – Mas não sei o que fazer quando tenho dificuldade em te deixar com o perfume…

– Fé e palavras de força. Dê uma olhada na sua vida, em tudo o que você já achou importante e que hoje não ocupa os primeiros lugares…

Sim. Meu coração se alegrou ao perceber isso. Eu já dei tanta atenção a coisas ridículas, como buscar me relacionar com pessoas que seguissem um padrão “leitor desse autor, apreciador desta música”. Deus me virou de cabeça para baixo em três anos e eu olho para minha versão que jogou muita coisa importante fora por besteira e sei que o Senhor foi misericordioso comigo – eu continuaria perdendo e perdendo se eu não deixasse de ser tão importante para mim mesma. Inúmeros posicionamentos também deixaram de ser importantes nos últimos anos, e até minha noção do que é bonito mudou. As coisas secundárias foram sacudidas para os seus lugares devidos: os segundos lugares.

Mesmo com tudo isso já transformado, quando as estruturas principais, como a família, a saúde, começam a mostrar dificuldades (e cólica renal te faz mandar Jó pro buraco, você quer reclamar mesmo) , eu preciso me lembrar que me consagrei ao Rei e que o desespero é olhar tais coisas com os olhos de isso é o mais importante. Quando o Senhor continua sendo minha prioridade, eu tendo a me sentir menos frustrada, menos sem saída e menos coitada-mimizenta, porque, afinal, se o fundamento da minha vida, aquilo que importa mais, continua de pé e rugindo como um leão, as dificuldades secundárias não vão me abalar.

É difícil viver tudo o que cantamos e oramos, é difícil se consagrar, mas a caminhada cristã vai se tornando dia perfeito a cada dia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s